A Sociedade Polono-Brasileira Tadeuz Kosciuszko

A mais antiga organização social da emigração polonesa no Brasil, fundada em 15 de junho de 1890

Um cidadão polonês, bastante esclarecido para a época, Ignacy Waberski, reuniu, em sua casa, um grupo de amigos, e, entre outros assuntos comentados naquele longínquo encontro, dirigiu-lhes a proposta, nestes termos:

"...Na atual situação, os poloneses no Brasil, principalmente, no Paraná, na ausência de associações e bibliotecas populares, faz com que eles fiquem isolados do mundo civilizado, o que provoca a sua decadência moral, a falta de respeito e o reconhecimento por parte dos brasileiros. Levando em consideração esta precária situação dos nossos compatriotas, no Brasil, somos obrigados, energicamente e sem vacilações, e tratar de fundar uma associação polonesa..."

"A decadência moral, a falta de respeito e o reconhecimento por parte dos brasileiros!" Esta foi a principal razão, para que o mencionado grupo fundasse, em Curitiba, a 15 de junho de 1890, a Sociedade polonesa Tadeusz Kosciuszko, a primeira da América do Sul. A ata da histórica reunião, registra os nomes de todos, para a posteridade.

A primeira diretoria foi assim constituída: Presidente - Adam Stachowski; vice-presidente - Edmund Sebastian Wos Saporski; secretário - Ignacy Waberski; tesoureiro - Walenty Banach; bibliotecário - Aleksy Waberski.

 

Primórdios da Vida Social Polonesa no Brasil


Índice

 

voltar